DARUMA é um projeto musical de longa data do guitarrista de Grenoble Julien Pelloux. Seu sonho era desde a juventude começar uma banda de metal. Mas até agora sua jornada musical o havia levado a outros mundos. Este antigo sonho tornou-se realidade graças a Elodie Buchonnet (vozes, flautas e teclados), Cédric Stoeckel (guitarra base), Pascal Mesquida (baixo) e o jovem prodígio Hippolyte Chauvin (bateria). Em dois anos de trabalho de gravação (iniciado no verão 2018), já 3 horas de música composta, arranjada e gravada, e logo um álbum duplo como primeira obra de lançamento da aventura!

É difícil descrever com precisão o estilo de DARUMA, porque múltiplas influências o atravessam. Rock no sentido amplo, progressivo (Pink floyd, Dream theater, ELP, Tai phong), heavy metal (Iron maiden, Metallica), Power metal com toques místicos e sinfônicos (Angra, Shaman, Helloween, Nightwish, Blind guardian), mais elementos ‘ ‘pesado’ ‘(Sepultura, Amon amarth) e toques atmosféricos, bem como folk, medieval e tradicional (céltico, asiático, andino …)

Colaborações lindas e prestigiosas já estão na caixa para ainda mais prazer musical (Ben Barutel, Arthur Raulin, Heri Andrianasolo, Sei Aizawa, Yannick Bazola, Bruno Saget e finalmente RICARDO CONFESSORI dos grupos ANGRA e SHAMAN que toca no primeiro single SPIRAL !)

Uma bela jornada musical em perspectiva, portanto, e como é o costume japonês (o DARUMA é uma estatueta tradicional cujo olho é pintado para fazer um pedido …), resta desejar que a música do grupo lhe agrade!

Em breve músicas para ouvir, a começar pelo primeiro single SPIRAL ! Beleza !